Pesca

O Dourado de água doce (Salminus maxillosus) é conhecido na Argentina como: “Tigre dos Rios” e é considerado como o peixe nativo mais desafiador da América do sul.

O Dourado é um nadador forte e excepcional, normalmente atinge de 4 a 8 kg, embora o recorde mundial seja de 24 kg. Caracteriza-se por realizar uma serie de saltos fora da água e mexer sua cabeça de uma maneira imprudente para tirar o gancho. Este peixe é realmente belo, com saltos acrobáticos longos e violentos fazem com que o Dourado tenha qualidades excepcionais para a pesca Esportiva. A Hambaré é extremamente rígida com a preservação, nossa pescaria é ‘pesca e solte’.

O Surubi é o grande troféu, o tesouro dos rios Paraná e Corrientes. É um peixe que não possuí escamas, sua pele é lisa e com pintas ou manchas negras. Possui uma grande cabeça que cobre quase metade do seu corpo, sua boca não tem dentes. Em rio aberto, ele pode ser encontrado na costa e em bancos de areia mais profundos, porém, seu território preferido são os canais de riachos cheios de velhas arvores e tocos, que são maioria em nossos rios.

O Pacú é outra grande espécie muito buscada por pescadores esportivos no Norte Argentino. É um peixe de cor acastanhada, de corpo oval e um pouco achatado, cabeça e boca pequena. Sua carne é magnífica, sua dieta consiste em frutos e sementes caídas das arvores. Ele é fisgado em canais e córregos com pouco fluxo de água.